• Francisco Weyl

Quilombo do América marca dia de África com inauguração de Cineclube e debate sobre Covid-19


O Cineclube do América marca o dia de África com a inauguração do Cineclube da entidade, em parceria com o FICCA – Festival Internacional de Cinema do Caeté. A sessão ocorrerá no dia 24 de Maio, 18h (apesar do Dia de África ser no dia 25), com transmissão pela Internet, via canal do FICCA (Youtube). O Americacine resultou das oficinas artísticas desenvolvidas pelo festival na comunidade, em Abril. Da oficina também resultou o filme coletivo “O Quilombo é meu lugar, minha casa”, que será exibido na programação.

Mas, antes, haverá uma palestra sobre o impacto da Covid-19 nas populações quilombolas. O convidado é o Palestra do Prof.Dr. Hilton Pereira da Silva.

Ele é médico e biólogo, Mestre em Antropologia e em Saúde Pública e Ph.D. em Antropologia/Bioantropologia. Docente da Universidade Federal do Pará (UFPA) atuando no Programa de Pós-Graduação em Antropologia (PPGA/IFCH), no Mestrado em Saúde, Ambiente e Sociedade na Amazônia - Saúde Coletiva (PPGSAS/ICS).

De acordo com o palestrante, a população negra brasileira sofre com o racismo estrutural, o que resulta em baixos indicadores sócio-econômicos e de saúde.

E as comunidades quilombolas são desproporcionalmente afetadas pela ausência de políticas específicas para atender às suas necessidades.

Segundo ele, a pandemia agravou a situação com o aumento da morbidade e mortalidade da população negra, sendo as taxas de vacinação desta comunidade bem menor que outros segmentos populacionais.

No entanto, a organização social e comunitária se articula para garantir o direito à saúde e proteger as vidas em um exemplo de trabalho solidário e de grande alcance coletivo, que são temas desta apresentação.

O filme coletivo a ser exibido revela a realidade do Quilombo, que se localiza no Município de Bragança, sendo o único certificado pela Fundação Palmares. A comunidade enfrenta diversos tipos de problemas provocados pela pandemia, e não só. Entre estes, a questão da educação, conforme matéria recentemente publicada por nosso blog e que pode ser lida neste link:

http://carpinteirodepoesia.blogspot.com/2021/05/quilombolas-do-america-em-pe-de-guerra.html O Dia da África (anteriormente chamado Dia da Liberdade de África e Dia da Libertação de África) é a comemoração anual da fundação da Organização da Unidade Africana (OUA), hoje conhecida como União Africana, a 25 de Maio de 1963.

A data é comemorada em vários países do continente africano, assim como em todo o mundo. Assim como o dia 13 Maio, o 20 de Novembro, a data serve para refletir sobre o racismo e o preconceito contra o povo negro, periférico e quilombola.


© Francisco Weyl

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo