top of page
  • Foto do escritorFrancisco Weyl

IX FICCA – Festival do Caeté vai ocupar 3 países, 7 cidades e 16 espaços culturais

Vazou a lista de territórios que serão ocupados pelo Cinema de Resistências e suas estéticas de guerrilhas da Amazônia Paraense durante as caravanas do IX FICCA – FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA DO CAETÉ.

São 3 países, 7 cidades e 16 espaços culturais que abriram portas e janelas, corações e mentes para as propostas deste festival, que é uma marca consolidada entre os festivais de cinema brasileiros.

De caráter regional e internacional,

Caracterizado pela cinematografia africana, lusitana, latina, brasileira – aberto à diversidade, é espaço onde ecoam falas e imagens de realizadoras e realizadores sem visibilidade, engajados nas comunidades, o FICCA propõe alternativas para democratizar o audiovisual, na perspectiva de fortalecer e desenvolver a cadeia setorial na Região dos Caetés.

O FICCA inverte a lógica do mercado, substitui a relação hierárquica pela construção colaborativa e coletiva via redes solidárias de compartilhamento de conhecimentos/práticas que envolvem e reconhecem as comunidades locais, transformando-se numa troca de experiências dialógicas com projetos audiovisuais autorais.

O IX FICCA é organizado pela ARTE USINA CAETÉ, em parceria com o Centro Cultural Cineclube Casa do Professor, Cineclube Amazonas Douro, WFK-Direitos Humanos, Multifário Arte.


TERRITÓRIOS FICCA

BELÉM - Mercado da Marambaia / Centro Cultural Nossa Biblioteca (Guamá) / Cordel do Urubu (Rua D - Marambaia)

ANANINDEUA - Centro Cultura Rosa de Luxemburgo

PRIMAVERA - Associação dos Pequenos Agricultores do Guarumandeua / Espaço Cultural Casa da Vozinha / Associação das Famílias Unidas de Jabaroca – Flor do Campo / Carimbó do Nilo

QUATIPURU - Espaço Cultural Monóculo da Vovó / Grupo de Carimbó Raio se Sol

TRACUATEUA - Associação de Remanescentes Quilombolas do Torre

BRAGANÇA

- Escola Municipal Domingos de Sousa Melo / Vila Bonifácio - Ajuruteua

- Escola Américo Pinheiro de Brito / Quilombo do Américo

AUGUSTO CORREA - Vila do Patal / Escola Municipal Lauro Barbosa dos Santos Cordeiro

CABO VERDE - Livraria Pedro Cardoso

PORTO - Livraria Gato Vadio


INDICADORES

Cerca de mil obras cinematográficas submeteram inscrição ao FICCA desde 2014 até 2023.

Mais da metade delas foram selecionadas pelo festival, a saber:

Estrangeiros (5,8% - 38); Nacionais (67,4% - 439); Amazônicos (15,4% - 100); Paraenses (11,4% - 74)

Entre 2014 e 2022, o FICCA fez mais de duas dezenas de exibições, presencial e/ou virtualmente.

Desse total, foram premiados 58 filmes, sendo 12 realizados por paraenses.

Além dos filmes, a dialógica e a proposição, a formação e o movimento coletivo são a marca do festival que é itinerante e acontece de diversas formas o ano inteiro.

Foram dezenas de rodas de conversas presenciais, radiofônicas, através da internet via redes sociais e plataformas de exibição como a TV Cultura.

Mais que metodologias, estas práticas conectam a juventude excluída, as mulheres, gentes de comunidades tradicionais, extrativistas, povos originários, quilombolas, pescadores tomam consciência e trocam seu pertencimento com o mundo do cinema como uma via libertária de revelação e magia, paixão e consciência social.


NOTA - Este ano sem recursos financeiros de leis e de editais, iremos criar um kit de adesão no valor se R$ 400,00 (Quatrocentos reais) , composto por um boné, uma camisa, uma bolsa e uma xícara, sendo que cada peça individual pode ser vendida separadamente por R$ 150,00 (cento e cinquenta reais).


© FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA DO CAETÉ

Curador: Carpinteiro de Poesia




55 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page