• Francisco Weyl

Da ideia à montagem: o cinema de guerrilha na Vila dos pescadores



Acontece nos dias 9 e 10 de Dezembro a oficina de audiovisual sob a coordenação de Mateus Moura e Marta Ferreira (NACE/SEMEC) no âmbito do VII FICCA – Festival Internacional de Cinema do Caeté, realizada pela primeira vez na Escola Domingos de Souza Melo, Vila do Bonifácio, praia de Ajuruteua.

A escola já recebeu o FICCA para sessões cineclubistas mas esta é a primeira vez que uma oficina é realizada, entretanto, com o objetivo de ampliar uma parceria do longe prazo, através da Biblioteca Comunitária Professor Nonato, projeto do Centro Cultural Cineclube Casa do Professor, que sedia o FICCA na praia de Ajuruteua.

Com uma linha metodológica baseada na pedagogia de Paulo Freire e no teatro de Augusto Boal, com exercícios e práxis que articulam a relação direta do lúdico com a realidade, estas oficinas estimulam a potência criativa dos participantes a ver e produzir cinema, de guerrilhas.

Este ano o FICCA está com duas oficinas, sendo uma delas no Quilombo do América, ambas, com o objetivo de resultarem em um vídeo de curta duração captado por telefone celular e de temática social.




SERVIÇO:

O QUE: OFICINA CINEMA DE GUERILHA

QUANDO: 9 e 10 DEZEMBRO

HORA: 9h/14h

ONDE: Escola Domingos de Souza Melo, Vila do Bonifácio, praia de Ajuruteua

Coordenação: Mateus Moura e Marta Ferreira




© FONTE: Ficca – Festival Internacional de Cinema do Caeté

Criador e Diretor – Francisco Weyl





1 visualização0 comentário